Novo cérebro (parte 2)

Para quem não viu a 1ª parte é bom olhar para concatenar as idéias, clicar: parte 1 .
Supõe-se que o novo cérebro cresceu muito depressa e assim, não puderam se desenvolver suficientes circuitos nervosos para ligá-lo com o velho cérebro. E muitas vezes o atávico cérebro antigo, com suas características negativas, se instala novamente como dirigente. Emoções primárias e instintos biológicos inferiores fundamentais, desligam então as influências reguladoras do novo córtex cerebral. O que faz o ser humano parecer uma máquina desenfreada destruindo tudo, até que, finalmente, destrói a si mesmo.  Toda ação impulsiva, segundo a natureza inferior: tendência a rixas, a disputas, a brigas; toda auto-centralização; toda agressão física, mental ou astral a outrem; tudo que decorre como produto de nossa atitude egocêntrica, desligada de um campo “divino universal” polui o ambiente.
Se não podemos mudar o mundo, podemos plantar uma semente, começando com os nossos filhos.
Simplesmente porque uma criança já passou da fase de ficar no colo não significa que ela não precisa mais de sua atenção através do toque sadio. Como antes dos doze anos as crianças são mais tátil-cinéticas – usam a sensação mais do que a visão ou a audição para obter informações sobre o mundo -, um toque caloroso pode detonar, freqüentemente, a manifestação de sensações ou pensamentos mais do que a comunicação verbal.
Embora algum ponto nos primeiros nove meses seja o momento ideal para começar, nunca é tarde demais para começar uma rotina de massagem. Quando a criança se acostumar a ser massageada, ela passará a pedir isso. ANTES DE VOCÊ PERCEBER, ELA ESTARÁ MASSAGEANDO VOCÊ! E a lei universal de ação e reação – tudo o que você faz há de retornar sempre e damos assim a oportunidade desse ser se tornar um adulto mais tranqüilo e centrado em todos os aspectos.
____________________________________________________________________________________________________________

Dicas de saúde.
OBS: A Organização Mundial da Saúde (OMS) define saúde como: o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não simplesmente a ausência de doença ou enfermidade.
Vamos ver a casa onde moramos:Mesmo sem estudarmos decoração e feng shui podemos fazer mudanças simples na parte física, que podem provocar transformação na “parte sutil”. As cores internas podem fazer a diferença.
Sala vermelha, sala oval amarela, sala verde e sala azul da casa branca (EUA)
Sala vermelha da casa branca. Sala oval amarela da casa branca. Sala verde da casa branca.    Sala azul da casa branca  http://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_Branca
Colocar uma planta num aposento pode mudar completamente o astral do ambiente. Se você tem um jardim, é melhor colocar plantas conhecidas pelas suas “propriedades mágicas” específicas, como a fortuna, a mirra, a arruda e a verbena. Elas atraem energias semelhantes à energia delas, como tudo em magia. Portas da frente devem abrir para dentro, permitindo que a energia positiva entre. Portas dos fundos devem abrir para fora, para deixar que a energia que já circulou saia. Lembre-se que a energia deve estar sempre em movimento, se ela ficar estagnada pode assumir facetas negativas. A casa é como um ser vivo. As portas e as janelas a fazem respirar. Uma casa ou apartamento com boa circulação de ar possui também uma boa circulação de energia. Se existem janelas que nunca são abertas por causa de velhos hábitos, adquira um novo hábito de abri-las com freqüência para deixar o ar circular e a energia se mover.
____________________________________________________________________________________________________________
 Terapias Alternativas. Complementares


Os florais de Bach têm sido usados nos últimos 70 anos, mundialmente, como terapia complementar, e são reconhecidos como o único sistema floral avaliado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mas o que muitos não sabem é que a terapia floral é um conhecimento milenar, que vem da sabedoria das antigas civilizações do extremo Oriente, de índios das Américas e dos aborígenes da Austrália.
Porém, foi entre os anos de 1930 e 1934 que o sistema se tornou conhecido. Descoberto por Edward Bach, médico inglês, bacteriologista e pesquisador. O tratamento, que se utiliza de essências florais, foi revolucionário mostrando a todos que os florais atuam por meio do tratamento do indivíduo, e não da doença, harmonizando sua condição emocional para que, por meio da transformação das atitudes em estados mais positivos, o potencial de autocura seja estimulado.
Um dos florais para os que sentem temor é o: Aspen                                                                         
Aspen
Nome científico: Populus Tremula
Característica: árvore esguia que se encontra em toda a Inglaterra. Possui inflorescência pendente masculina e inflorescência menor, redonda, feminina, que aparece antes das suas folhas.
Palavras-chave: apreensão, presságio.
Indicação: para pessoas que, com freqüência, têm seus medos relacionados a pensamentos de morte e religião; medos que provocam arrepios, suores, taquicardia, ansiedade, etc. Geralmente têm insônia, despertam mal por terem sonhos pouco claros, com sensação de que algo horrível irá acontecer.

Princípio: fé nas experiências e força interior. Vibra na freqüência do destemor e do domínio.
Escolhi dois endereços que explicam como usar os florais. Lembre-se que o bom senso é sempre importante.
http://www.essenciasflorais.com.br/como-usar-os-florais/
http://www.floraisdebach.org/
É recomendável usar sob a orientação de um profissional formado em terapias florais ou um terapeuta holístico.

Dúvidas ou orientações sobre terapias alternativas?
Faça sua pergunta na página: entrar em contato
Resposta em 24 horas ( grátis).

Anúncios

Um comentário sobre “Novo cérebro (parte 2)

  1. Gostei muito .Muito interessante pensar que o nosso cérebro possui uma camada mais básica,e que todos possuimos uma parte animal dentro de toda a nossa racionalidade. 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s